Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o meu estaminé

o meu estaminé

30
Jan19

Um Pad Thai agora com mais cara de Pad Thai!

Contei-vos aqui na semana passada, a minha tentativa falhada de cozinhar Pad Thai. Bem, agora é que parece foi!

 

Pesquisei uma receita para seguir, e comprei o que me faltava: pasta de tamarindo, lima e coentros, e pus as mãos na massa!

 

Numa taça, misturei açúcar, a pasta de tamarindo, molho de peixe e água, até o açúcar dissolver completamente. Na wok, coloquei um bocadinho de óleo, cebola e alho picados. Adicionei depois o molho previamente preparado com os noodles. Na mesma wok, "empurrei" os noodles para um lado de modo a criar um espaço os ovos. Parti os ovos para a wok, e após fritarem um bocadinho, comecei a mexe-los de modo a "criar" ovos mexidos. Depois disso, misturei os ovos com os noodles. Adicionei depois os camarões (previamente cozinhados), os amendoins triturados e mexi mais um bocadinho. Retirei a wok do fogo e adicionei coentros. Pronto a servir!

 

Aqui tem o resultado final:

1.jpg

 

Acho que estava bem bom. O meu noivo gostou bastante, disse ele! 

 

Beijinhos,

Raquel

28
Jan19

Brunch

Há relativamente pouco tempo, fomos tomar um brunch a um local onde já tínhamos tentado ir anteriormente. O local é bastante concorrido e não reservam mesa. Por conselho deles, por volta das 8h, a um Domingo, estávamos lá. Conseguimos mesa. Ufa! 

 

Deixo-vos aqui uma fotografia para ficarem com água na boca:

Valeu bem a pena!

 

Beijinhos,

Raquel

24
Jan19

Bolinho simples

Parece que à terceira foi de vez. Não costumo fazer muitos bolos, e os dois últimos que fiz não correram nada bem. Não cresceram. O sabor não estava assim muito muito mau, mas estavam tão densos, nem imaginam. Não tinham jeito nenheum, para dizer a verdade. "Culpei" primeiro o iogurte que usei, depois a farinha. Bem, a habilidade também não é muita. Enfim, nao cheguei a grande conclusão. 

 

Decidi fazer um bolo ainda mais simples desta. Mudei a farinha e o fermento. Acho que resultou:

2.jpg

Para este bolo misturei bem os ovos (3) com o açúcar (1 chávena) e a manteiga (3 colheres de sopa). Depois disso, juntei a farinha (3 chávenas), o fermento (1 colher de sopa) e leite (1 chávena). Coloquei esta mistura numa forma untada com manteiga e farinha e levei ao forno mais ou menos 40 minutos a 180 graus Celsius. Polvilhei o bolo com açúcar em pó.

 

Estava bom, acho eu! O meu noivo também gostou!

 

Beijinhos,

Raquel

22
Jan19

um "Pad Thai" muito muito alterado!

Tínhamos delineado um plano culinário para o fim-de-semana passado - cozinhar dumblings. (Uma amiga minha chinesa comentou que tinha feito este prato e fiquei com a pulga atrás do ouvido.) 

Feita a lista de compras, saímos de casa. Houve um problema - não encontrámos os "dumblings wrappers" e eu não estava assim muito inclinada para os preparar de raiz. Conclusão, mudámos o plano de culinária - Pad Thai (um prato tailândes). 

 

Depois de uma pesquisa rápida, percebemos que tínhamos de comprar outros ingredientes que, por norma, não usamos incluindo gengibre e molho de peixe (fish sauce).

 

Chegámos a casa, abri uma das receitas e percebi que não tinha um vinagre mencionado - vinagre de arroz. Decidi experimentar o vinagre de vinho tinto. Oh meu Deus, a mistura (açucar, vinagre, molho de soja e molho de peixe) cheirava um bocado mal! Enjoativo até. O meu noivo detestou o cheiro também. Se o vinagre tivesse sido o correcto, talvez a coisa tivesse funcionado melhor, mas assim, não! Nem pensar!

 

Partímos para outro plano. Preparei um refugado com cebola, azeite e alho.  Juntei o gengibre mais tarde. Coloquei depois o camarão previamente cozido e os noodles. Adicionei sal, um bocadinho de pimenta e pimentão-doce. Por fim, adicionámos coentros. 

 

Aqui tem uma fotografia dese cozinhado: 

IMG_8228.jpeg

Como podem ver, o resultado final não tem nada a ver com Pad Thai, mas pronto, também ficámos bem servidos! Estava bem bom! :) 

 

Ainda não desisti do Pad Thai! Para a próxima vez é a sério.

 

Espero que tenham gostado.

 

Beijinhos,

Raquel

21
Jan19

Umas bolachinhas de chocolate vegan

Não sei se a moda já passou por aí, mas por aqui fala-se (mas pouco até) de Veganuary! Veganuary consiste num desafio em comer comida vegan durante o mês de Janeiro, e, quiçá, durante o resto do ano. Temos amigos que fazem dieta vegan, mas nós nunca nos metemos nessas aventuras. 

 

Como não temos restrições alimentares, sempre que queremos cozinhar qualquer coisa vegan, temos de dar a volta à cabeça e também à internet. Não temos a nossa cabeça formatada para tal. 

 

Para faciliar a vida a quem procura uma boa receita de bolachinhas de chocolate vegan, aqui têm uma que talvez devam considerar. Nunca a pusemos em prática, mas como já fiz algumas receitas do mesmo canal do Youtube (CupcakeJemma)e nunca me desiludiram, penso que está também deve ser bem boa!

Screen Shot 2019-01-18 at 12.54.37.png

Ingredientes:

- 300g flarinha sem fermento 

- 1 colher de chá de fermento

- 3/4 de colher de chá de bicarbonato de sódio

- 1 colher de chá de sal

- 100g de açucar refinado

- 100g de açucar mascavado

- 120mL de óleo vegetal

- 75mL de água

- 1 colher de chá de extracto de baunilha

- 100g de pepitas de cholocate

 

Procedimento:

1. Peneirar a farinha, o fermento, o sal e o bicarbonato de sódio para uma taça. 

2.  Numa outra taça, mixturar bem os açucares, o óleo vegetal, a água e o extracto de baunilha.

3. Juntar os ingredientes "secos" (passo 1) à mistura anterior e misturar bem. 

4. Deixar a misturar no frigorifico durante a noite de modo que a massa fique mais firme.

5. Dividir a massa em pequenas bolinhas. A Jemma sugere que façam bolinhas de mais ou menos 40g.

6. Colocar as pepitas de cholocates no exterior de cada bolinha.

7. Colocar as bolinhas no congelados durante 10min.

8. Levar as bolinhas ao forno 170 graus Clesius durante 12/15 minutos.

 

Espero que tenham gostado.

 

Beijinhos,

Raquel

 

 

 

 

17
Jan19

Psicologia reversa com criancas (askreddit)

Costumo ler o Askreddit quase todos os dias. Algumas perguntas que colocam até são interessantes e engraçadas. A curiosidade acaba por me levar a ler as respostas mais populares.

 

Recentemente, apareceu a seguinte pergunta:

Pais no reddit, qual o melhor exemplo de psicologia reversa que funcionou com as vossas crianças?

Algumas das respostas mais engraçadas:

- Jogo de quem conseguia arrumar roupa lavada mais rápido. Neste caso o pai nunca ganhou! Soube, há relativamente pouco tempo, que uma amiga minha joga um jogo semelhante com o filho de 3 anos - quem encontra mais rápido os pares das meias. Claro está que ela também perde sempre este jogo.

-  Pai divorciado que via o filho, com mais ou menos 10 anos, de duas em duas semanas. Sempre que estava com o filho, este pedia-lhe tudo e mais alguma coisa, e sempre mais. Decidiu um dia dar-me $100 e dizer-lhe que aquele dinheiro seria para gastarem no que o filho quisesse durante o fim de semana. Poderia ficar com o dinheiro que sobrasse. Depois de alguns fins de semana consecutivos a gastar tudo e não a comprar algo que realmente queria, o filho começou a pensar melhor na maneira como estava a gastar o dinheiro. Depois disso, o filho chegou a conseguir poupar algum dinheiro. Uns anos mais tarde, o filho agradeceu ao pai por lhe ter feito isto. Mudou-lhe a maneira de pensar sobre dinheiro e amor.

- Filho de 3 anos que ía levar uma vacina. O filho estave preocupado com isso durante toda a viagem, chegando mesmo a chorar. Quando lá chegaram, a enfermeira disse, subtilmente ao pai, que a criança não ía levar 1, mas sim 5 vacinas naquele dia. O pai virou-se para o filho e disse: "Boas notícias, em vez de levares uma super vacina, eles descobriram em como a dividir em 5 vacinas pequeninas". Naquele instante, a cara do filho mudou e ficou mais relaxado. Depois de levar a primeira, o filho diz ao pai "É verdade! As vacinas pequenas não magoam!". O filho ainda conseguiu aguentar-se até à terceira vacina até se sentir mais em baixo. Ainda assim, aguentou bem! 

- A mãe costumava dizer ao filho que ela só a deixava comer sopa depois dos doces. Ela comprava apenas doces que o filho não gostava. Passado algum tempo, o filho começou a implorar à mãe para comer sopa primeiro.  

- Num supermercado, uma criança começou a fazer birra. A mãe virou-se para a filha e diz-lhe "onde esta a tua mãe?". A filha começa a ficar confusa, mas a birra termina rápido e com abraços.

- A mãe costumava colocar vegetais apenas dos pratos dos adultos. Quando as crianças lhe pediam um bocado, a mãe diz-lhes "Isto é comida de adultos, mas posso dar-te um bocadinho". Estas crianças adoram vegetais hoje em dia.

 

Muitos são os truques, e alguns bem engraçados, que os pais têm para fazer com que as crianças façam o que querem sem criar complicações acrescidas. 

 

Beijinhos,

Raquel

15
Jan19

A nossa passagem de ano

Bem , já passou bastante tempo, mas vou contar-vos como foi a nossa passagem de ano.

 

Este ano voltámos ao UK ainda antes do final do ano. Decidimos ficar por casa, apenas na companhia um do outro. Elaborámos uma ementa baseada em petiscos em vez de termos entradas, prato principal e sobremesa. 

 

Aqui têm a lista da comida preparada para o jantar da passagem de ano:

- cogumelos recheados com bacon, cebola, alho e queijo Brie,

- batatinhas no forno com broa e bacon, 

- bolinhas de carne de peru com queijo no interior,

- hummus com pão,

- chouriça no forno,

- camarão,

- batatas fritas de pacote,

- gelatina,

- bolinhos de chocolate do M&S.

 

Toda a comida era relativamente simples de fazer. Basicamente, colocar no forno e esperar até estar cozinhada. O problema que houve aqui foi o facto de a comida ter ido para o forno um bocado (bastante!) cedo, e, como consequência, alguns dos pratos ficaram prontos bastante cedo. Passava pouco das seis da tarde quando começámos a comer, imaginem. Bem, tivemos umas três refeições antes da meia noite. Íamos alternando entre a mesa e o sofá. A uma dada altura da noite já não podíamos ver mais comida à frente de tão cheios que estávamos. Para além de toda a comida preparada, tínhamos ainda mais comida para arranjar: camarões (que foram depois congelados), queijo Camembert, abacate e feijões enlatados para fazer esta receita. Ainda bem que não preparamos mais nada! Ufa!

 

E foi assim que passámos a noite. Gostei mesmo muito!

 

Beijinhos,

Raquel

Sigam-me

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D